O PicPay é um app de pagamentos que tem o objetivo de ser um facilitador de transações financeiras entre usuários, tanto em compras de serviços online como em transferências e pagamentos. Fazer um rateio entre amigos ou quitar um boleto é uma tarefa simples com o aplicativo, que já é aceito em mais de 1 milhão de estabelecimentos.

PicPay é seguro e está de acordo com normas e padrões de segurança PCI. Saiba como usar as principais funções do app de pagamentos disponível para Android e iPhone (iOS)

Todas as operações são feitas pelo smartphone Android ou iPhone (iOS), que funciona como uma carteira eletrônica em que o usuário pode transferir dinheiro para contatos, fazer compras em estabelecimentos credenciados e até investir — os valores rendem diariamente o equivalente à 100% do CDI.

É possível cadastrar cartões de crédito ou adicionar dinheiro da sua conta corrente à carteira do app. Uma novidade anunciada pela empresa em setembro traz também o PicPay Card, cartão digital que promete 5% de cashback — as promoções que oferecem dinheiro de volta também são um dos diferenciais do aplicativo. O TechTudo listou algumas perguntas e respostas que podem ajudar o usuário a entender as principais características do PicPay.

 

O que é PicPay? Como funciona?

O PicPay é uma fintech genuinamente brasileira, desenvolvida com o objetivo de facilitar soluções no setor financeiro e mudar a maneira como os usuários se relacionam com o dinheiro. Lançado em 2012, o app tem uma interface simples, que possibilita o pagamento e o recebimento de valores usando apenas o celular.

As transações entre os usuários e estabelecimentos cadastrados são práticas, bastando vincular um cartão de crédito ou adicionar dinheiro na conta por meio de boleto ou transferência bancária para começar a utilizar o sistema. Ainda é possível pagar contas e parcelar compras usando o app. O usuário pode transferir sem custo o dinheiro da sua carteira para uma conta bancária, sendo o valor mínimo de R$ 5 por solicitação.

PicPay é seguro?

O PicPay é seguro e segue todas as normas e padrões de segurança de dados PCI. As informações recebidas pelo aplicativo são criptografadas e armazenadas em servidores seguros. Além disso, para efetuar qualquer transação financeira pelo app, é necessária a autenticação com a senha pessoal cadastrada ou a identificação digital do usuário.

Outro indicador de segurança é o índice da empresa no Reclame Aqui. A empresa tem classificação de "Ótimo" e sempre responde às queixas registradas na plataforma. A maioria das pessoas afirma que voltaria a fazer negócio devido à eficácia na solução de eventuais problemas.

Quais são as taxas?

Os recebimentos de valores em contas pessoais não possuem taxas, mas há um limite de envio de dinheiro de R$ 800 por mês. Acima desse valor, é cobrada uma tarifa de 1,99% da parte excedente. Em parcelamentos, a taxa cobrada é de 3,49% ao mês. Para usuários PRO, há um tributo de 1,99% sobre os valores recebidos.

Como adicionar e retirar dinheiro?

O PicPay oferece duas formas de adicionar dinheiro à sua conta no app: boleto ou transferência bancária (TED ou DOC). Para transferências via TED, o valor cai em até uma hora útil na sua conta PicPay, e para DOC, o prazo é de até um dia útil. Vale observar que a conta bancária utilizada precisa ser da mesma titularidade do CPF cadastrado no aplicativo.

Já na segunda opção, o aplicativo gera um código de pagamento na tela e disponibiliza o boleto no e-mail cadastrado. O dinheiro leva até dois dias úteis para entrar na conta PicPay, após o pagamento do boleto bancário.