A Caixa Econômica Federal concede empréstimo de até R$ 100 mil, que pode ser contratado por pessoas que estão negativadas no mercado. Confira

Existem hoje muitas linhas de crédito criadas e oferecidas por instituições financeiras tradicionais e por bancos digitais. No entanto, a Caixa Econômica Federal concede um empréstimo de até R$ 100 mil, que pode ser contratado por pessoas que estão negativadas no mercado.

A opção de crédito é liberada pelo banco por meio do Penhor Caixa. Porém, para receber o valor via empréstimo, o interessado deverá deixar um bem como garantia. De acordo com as regras de liberação, a quantia mínima para o crédito é de R$ 50 e o máximo é de R$ 100 mil, dependendo do objeto que será penhorado em troca.

Uma característica interessante do Penhor Caixa é que o programa não estabelece nenhuma avaliação nas instituições de crédito, como Serasa ou SPC, e até mesmo o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pode ser penhorado.
Itens que podem ser incluídos como garantia do pagamento do empréstimo da Caixa

Dentre os bens que podem ser incluídos como garantia do pagamento da dívida do empréstimo, estão canetas de primeira linha, jóias, relógios e pratarias, além do FGTS. O item penhorado precisa ser entregue à instituição no momento da contratação.

Vale lembrar que o item colocado no Penhor Caixa será devolvido somente no final do pagamento da cobrança do empréstimo. Por isso, o cliente deve ter certeza antes de incluir um determinado bem como garantia.

Na agência, o cidadão deve apresentar carteira de identidade, CPF e comprovante de endereço, além de informar que deseja contratar o Crédito Penhor Caixa e levar o item escolhido como garantia para que ele seja avaliado.

O número de parcelas e a forma de pagamento serão definidos no momento da contratação, juntamente com o cliente. Caso a garantia seja o FGTS, o gerente é o responsável por calcular e definir os valores e as condições do pagamento.
Sobre o uso do FGTS como garantia do pagamento

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), conforme já dito, pode ser usado como garantia de pagamento do empréstimo da Caixa.

Neste caso, o valor da dívida é retirado diretamente do fundo. A quantia concedida é de 10% do saldo disponível na conta e de 40% da multa quando existe demissão sem justa causa.

Para que seja possível solicitar o crédito, a empresa empregadora precisa ter aderido ao serviço. A pessoa deve entrar em contato com o setor de Recursos Humanos ou de Departamento Pessoal para procurar mais informações.